Jaru está abandonada pela Direção da Polícia Civil

Jaru está abandonada pela Direção da Polícia Civil

A cidade de Jaru e região, desde o ano passado, tem sido vítima da falta de gerência da Segurança Pública do Estado de Rondônia. A falta de servidores na Polícia Civil na Delegacia Regional de Jaru é gritante.

Na cidade de Jaru existe a sede da Delegacia Regional. Sob administração da Delegacia Regional de Jaru tem-se a 1ª Delegacia de Jaru e a 1ª Delegacia de Machadinho do Oeste. A Delegacia de Polícia de Jaru atende a área circunscricional das localidades de Jaru, Governador Jorge Teixeira, Theobroma e distritos de Bom Jesus, Colina Verde, Jaru-Uaru, Palmares do Oeste, Santa Cruz da Serra e Tarilândia, com um quantitativo populacional de aproximadamente mais de 80 mil pessoas. Além de poucos servidores, a Delegacia atualmente conta com três Delegados de Polícia, sendo eles o Renato Batistela Cavalhiero como Delegado Regional, Salomão de Matos Chaves como Delegado Titular da 1ª Delegacia e Flaviano José da Silva Júnior, como adjunto, sendo que este último encontra-se cedido para a Delegacia Regional de Rolim de Moura.

Para constar, os procedimentos que ficam sob responsabilidade do Delegado Salomão de Matos Chaves, nos últimos três anos (2014 até setembro de 2016) somam mais de 18 mil ocorrências policiais, mais 1.800 Inquéritos Policiais, mais de 80 homicídios e mais de 50 tentativas de homicídios, isso sem contar o absurdo número de roubos que ocorrem diariamente.

Não bastasse, a Delegacia de Machadinho do Oeste, a qual também pertence à Delegacia Regional de Jaru, conta com pouquíssimos servidores e apenas duas Delegadas, sendo Simone Barbieri a Titular e Adrian Viero da Costa a adjunta. A delegacia de Machadinho do Oeste atende a área circunscricional de Machadinho do Oeste, Vale do Anari e distritos de 5º BEC, Tabajara, Oriente Novo, 02 de Novembro, Entre Rios, Estrela e São Marcos, com um quantitativo populacional de aproximadamente 47 mil habitantes

Os procedimentos da Delegacia de Machadinho, entre os anos de 2014 e setembro de 2016, somam mais de 13 mil ocorrências policiais, mais de 1100 Inquéritos Policiais, mais de 60 homicídios e mais de 75 tentativas de homicídios. Em relação aos roubos que ocorrem na área o número é grande, porém não chega a ser assustador como na cidade de Jaru e região.

A população de Jaru vive um clima de intensa insegurança e pede ao Governo do Estado de Rondônia que dê atenção à situação que vive o sistema de Segurança Pública da região.

Jaru está abandonada pela Direção da Polícia Civil

Jaru está abandonada pela Direção da Polícia Civil

Fonte e Imagens: Jaru Online