Jaru – Fumaça resultante das queimadas vem afetando a saúde da população

Jaru – Fumaça resultante das queimadas vem afetando a saúde da população

Os casos de pessoas que apresentam problemas respiratórios devido aos altos índices de fumaça no ar, neste período, têm sido elevados.

A fumaça produzida pela queimada urbana produz substâncias químicas que penetram no solo e nas plantas, expondo as pessoas ao risco de adoecerem pela inalação, causando problemas que atinge o aparelho respiratório.

Mas os prejuízos à saúde podem se dar também pela ingestão de alimentos contaminados com: material particulado (pó da queimada urbana), monóxido de carbono, ácido clorídrico, ácido cianídrico, benzeno (causador de pedra nos rins), estireno, formaldeído, arsênio, benzopireno, dioxina, furano, hidrocarbonetos policíclicos e metais pesados.

Em uma pesquisa realizada pelo CDC, um dos fatores que faz a pessoa que inalar ficar doente, é a quantidade de fumaça. A queima de 1 quilo de folhas, ou galhos, ou lixo, durante 10 minutos a uma temperatura de 200 a 400 graus Célsius é suficiente para desencadear sintomas respiratórios, e de pele, em adultos distantes a até 500 metros do foco da queimada.

Mas os problemas podem ocorrer também na ingestão de alimentos contaminados pela fumaça, nesse caso predominando doenças no fígado e nos rins.

Além destes fatores os sintomas variam de intensidade nos adultos e nos idosos porque alguns são mais sensíveis que outros. Crianças são mais susceptíveis aos efeitos das queimadas urbanas (desenvolvimento imaturo do organismo quando comparado ao de um adulto).

A prefeitura Municipal de Jaru irá aumentar a fiscalização na área urbana nesse período, durante a época da estiagem, especialmente de junho a setembro, quando aumenta a incidência de queimadas em função das condições climáticas, mas os principais fatores causadores de grandes incêndios em áreas urbanas ou de florestas, estão associados a pequenas queimadas provocadas pelo homem. Entre as mais comuns estão: queima de lixo, de restos de poda e capina, queimada para limpeza de terrenos e para a preparação para agricultura ou pastagem, e até mesmo pontas de cigarro jogadas aleatoriamente.

É importante lembrar que a queimada em qualquer situação é crime, previsto pela Lei Federal 9.605/98 – Lei de Crimes Ambientais, Art. 54, o qual prevê reclusão de um a quatro anos e multa.

Os entulhos de árvores que são alvo constante de queimadas devem ser solicitados à retirada pela Secretaria de Obras Urbanas, e antes disso deve ser solicitado a SEMMA a autorização para corte ou poda.

Fonte: Jaru Online 

Jaru - Fumaça resultante das queimadas vem afetando a saúde da população