Prefeitos de Rondônia recebem oferta de apoio do Gorvernador

Prefeitos de Rondônia recebem oferta de apoio do Gorvernador

Dez prefeitos eleitos dos maiores municípios do estado receberam, nesta quinta-feira (8), orientações para fazer gestões produtivas no momento em que a recessão afeta as administrações e inviabiliza obras essenciais. Reunidos na sede da Associação Comercial e Industrial de Ariquemes, eles ouviram propostas, questionaram e elogiaram as iniciativas que tornam o governo de Rondônia um dos poucos a ter (PIB) Produto Interno Bruto positivo em pleno período recessivo.

Controle de gastos com pessoal, fiscalização e acompanhamento das obras, investimento em obras prioritárias e atenção total com a prestação de contas. Com estas recomendações, os secretários do governo do estado entregaram aos prefeitos o caminho para superar obstáculos comuns às administrações atuais.

Os novos gestores, que assumirão em janeiro as prefeituras de Porto Velho, Ariquemes, Jaru, Ouro Preto, Rolim de Moura, Ji-Paraná, Vilhena , Buritis, Cacoal e Pimenta Bueno são estratégicos para Rondônia. Eles vão comandar municípios que concentram cerca de 80% das riquezas do estado. O secretário chefe da Casa Civil, Emerson Castro, foi claro quando falou da importância deste seleto grupo de prefeitos: se eles forem bem sucedidos nas prefeituras, o estado estará bem, também.

Fazer administrações com realizações fundamentais para a população, na avaliação do governador Confúcio Moura, que foi prefeito duas vezes em Ariquemes, é um desafio no momento de crise nacional. Superar os obstáculos, entretanto, é construir um caminho ainda mais promissor para o momento em que a fase recessiva passar.

Da parte de Confúcio, ficou explícito durante o encontro, não faltará suporte, como já vem ocorrendo, independente da corrente política do gestor municipal.

Queremos que os municípios com suas próprias pernas, com as receitas locais, com as parcerias. Mas o estado também contribuirá.

Confúcio Moura, governador

O recado do governador tem a ver com a situação dos prefeitos que estão em fim de mandato. Com poucas exceções, eles recorreram ao estado para construir pontes, asfaltar ruas, cuidas das vias de escoamento da produção e, por determinação judicial, até de unidades de saúde nos municípios.

Um dos pontos altos da reunião foi a apresentação do Sistema de Gerenciamento de Projetos Prioritários (SGPP), utilizando para gerenciar obras estaduais. O programa foi doado gratuitamente pelo ex-governador de Pernambuco.

A rede de transmissão de dados Infovia, do governo estadual, foi mostrada pelo diretor da Detic (Diretoria Executiva de Tecnologia da Informação e Comunicação) Ronaldo Sawada. Ele mostrou que o caminho formado por cabos fibra ótica podem ajudar a promover a educação, saúde e administração e estão à disposição dos prefeitos.

Também apresentaram propostas que podem favorecer o trabalho dos novos gestores a secretária chefe de gabinete do governador, Cira Moura, o secretário de finanças Vagner Garcia e o secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão George Braga.

SECOM